Nos Curta no Facebook

Fecha em 30 Segundos...!!!Fechar Agora X

1º Lugar nas Buscas Orgânicas - Confira Clientes Satisfeitos

Secretaria Municipal da Saúde de Carapicuíba

A Secretaria Municipal da Saúde de Carapicuíba (Grande SP. 500.000 habitantes) tem a capacidade de fazer GOZAÇÕES e pegadinhas com um GRAVE ACIDENTE que sofri. Diagnósticos aqui - História do acidente aqui.


Sofri um acidente (8/12/2008) "efeito chicote na cervical" onde o médico da Santa Casa de Santos, SP. me alegou não ser nada. Em aproximados 20 dias o queixo se encostou no peito e o Ombro esquerdo encostou na coluna (visto de frente era como se não tivesse o ombro esquerdo). O ombro direito foi parar no meio do caminho normal. Vídeo de quando já estava um pouco melhor.


Já tinha desde 2005 aproximados diagnóstico de Apneia Grave (veja diagnósticos acima). Apneia mecânica (se dormisse de costas o queixo e a língua caiam me sufocando). Desde esta época arrumei um dispositivo seguro para dormir sobre os ombros e não me virar.


Depois do acidente como dormir sobre os ombros? A contratura foi tanta que sobraram algumas fibras apenas no ligamento que une o braço à coluna, mais exatamente que une o manguito à coluna.
Os médicos idiotas de Santos me davam aqueles remédios para contratura de venda livre em farmácias (serve para atleta que tem uma fisgadinha muscular). Com muita luta me passaram remédios (fórmulas) que continham estimulantes de produção de endorfinas (para que tem dorzinha crônica).


Eu estava com o ombro, omoplata e pescoço totalmente fora do lugar e com os ligamentos esticados ao último.


Não consegui um CIPAP ou traqueostomia para dormir de costas.


Para dormir sobre os ombros tomava DORMONID que só era receitado por médicos particulares.


Eu chorava para ir ao médico. O batimento cardíaco  começou ir a 40 pela dor.


Fui forçado a me mudar para Carapicuíba...
Atualizei meu endereço e procurei o principal hospital de Carapicuíba, o Sanatorinhos, onde uma moça que não sei a função e nome olhou meus exames e viu que havia um pedido de cirurgia de 3 anos atrás, pediu estão que procurasse a Vanessa (?) assistente social.


Consegui com a Vanessa 2 encaminhamentos: 1 para o ortopedista e outro para um otorrino (seria só o otorrino pedir um CIPAP que ela conseguiria em pouco tempo - já tinha um pedido de CIPAP de Santos).

O ortopedista, não viu meus diagnósticos e exames, não me deixou terminar de falar, apertou meu ombro com uma mão e subiu violentamente meu braço esquerdo que subiu até onde era normal subir.


O ortopedista não se importou que meu manguito está encurtado e que esticou o ligamento (quase rompido) que o liga a coluna. Na hora vem aquela fisgada suportável, mas do dia seguinte em diante foram bolsas de gelo e Dormonid para não chorar de dor.

ESTA AGRESSÃO me levou a não mais tomar banho sozinho, lavar ou limpar a BUNDA por quase 45 dias.
Pela agressão do ortopedista do AMES, Dr. Willy Ramos Raman (administrado pelo Hospital São Camilo).

Não pude ir ao otorrino. A assistente Vanessa ficou brava com minha esposa por eu ter perdido a consulta: "outra só na Secretaria da Saúde" e na secretaria da saúde estamos aguardando há meses a marcação de uma consulta com um otorrino.
Qual a razão da assistente conseguir uma consulta para 15 dias e agora estamos esperando há mais de 2 anos?


O psiquiatra da prefeitura ( antes deste psiquiatra outros me receitavam o DORMONID no mesmo PS ) Dr. Marcelo de Oliveira Arantes (deve ser drogado ou limítrofe - Participou do Big Brother Brasil e foi condenado por agressão) ao me ver com esparadrapos cirúrgicos no rosto (uso para respirar melhor, é muito melhor que o respirador do Neymar - estico a pele das proximidades da região nasal em direção a orelha) disse para tirá-los imediatamente, que se achassem que sou louco eu seria internado imediatamente, que não adiantaria eu negar a minha loucura. Fui ali apenas para poder dormir sobre os ombros, por uma receita de DORMONID, e fui agredido. Havia pilhas de exames, poderia me ouvir... Chamou a guarda municipal para me prender na cela de drogados e eu ameaçei chamar a imprensa - fiquei cheio de escoriações... até então outros psiquiatras dali me davam a receita do Dormonid. Veja meu estado atual e que era semelhante na época ( video 1 - video 2 | abre páginas novas sem fechar esta ). Não sou louco, estou em 1º lugar em muitas buscas é só conferir pela imagem acima... Não me deixou falar, não viu exames e diagnosticos que eu tinha em mãos...

Veja meus diagnósticos e exames (estou morrendo pela dor, imobilidade e drogas para a dor) e há 6 anos alguns médicos dizem que não tenho nada e outros que só tenho chances no Hospital São Paulo : historico.html

Na MESMA SEMANA o AMES de Carapicuíba disse que eu não tinha nada (não olhou os diagnósticos e exames - consulta de 3 minutos) e o Médico do PS Municipal de Carapicuíba me encaminhou com URGÊNCIA para um NEURO CIRURGIÃO e para exames de câncer, um caroço no mamilo e verrugas que queimavam. As funcionárias do PS que receberam o pedido de URGÊNCIA alegaram que não podiam encaminhar o pedido, pois seriam despedidas e olharam para uma sala com a porta fechada ao lado. Uma foi bem clara: NÃO VAMOS ENCAMINHAR com urgência (hoje 22/11/2015 tem 25 meses e não fui chamado).

VÍDEO 1 DE 4 - APÓS 1 ANO DE CAMA
VÍDEO 2 DE 4
VÍDEO 3 DE 4
VÍDEO 4 DE 4 ( veja minha cara de dor... )
Mais vídeos muito mais vídeos

Dr. Marcelo de Oliveira Arantes, Médico Psiquiatra que participou do BBB me agrediu no PS municipal de Carapicuíba

Dr. Marcelo de Oliveira Arantes, Médico Psiquiatra que participou do BBB me agrediu no PS municipal de Carapicuíba

Conhecer a história de um homem que teve a vida destruída por ex-mulher que implantou falsas memórias nos filhos.

comente: blog@artisnobilis.com