Nos Curta no Facebook

Fecha em 30 Segundos...!!!Fechar Agora X

Sites Realizados - Testimonial - Fotos

Sintomas mais comuns

dores de cabeça na região cervical e rigidez no pescoço e região posterior da cabeça.

Outros sintomas

Dor nos ombros, braços e entre as omoplatas; fraqueza nos braços; tonteira; problemas visuais; fadiga; zumbido no ouvido; perda de memória ou concentração; músculos doloridos; lesão ligamentar; distúrbios de sono; dor lombar; perda de equilíbrio; perda do movimento do pescoço; dificuldade para engolir; dor na mandíbula.

Por volta de 1992 nas proximidades onde a Av. Lins de Vasconcelos cruza com a Rua Vergueiro em SP., um taxi Santana parou em frente ao Bradesco para uma passageira de origem japoneza descer. Quando o taxi parou um carro bateu atrás e o motorista do taxi foi conferir a batida, enquanto isto eu notei que a passageira ficou quietinha dentro do taxi Santana que na época só tinha o encosto para cabeça nos bancos da frente. Quando o taxista conferiu que seu Santana não amassou e dispensou o outro carro, só então notou que a japoneza morreu com o pescoço quebrado...

Efeito Chicote na Cervical Um pequeno acidente e uma sucessão de erros médicos

Em 2008 tive um "acidente" de carro, conhecido como efeito chicote ( whiplash effect ): quando se está um pouco adiantado do encosto de cabeça e se leva uma pancada atrás (nem precisa ser muito forte).

O pescoço geralmente quebra e a morte é instantânea. O meu não quebrou, ao descer do carro para dar bronca notei que estava com a cabeça caída e não subia.

O primeiro médico, da Santa Casa de Santos, (os cursos de medicina daqui foram proibidos pelo MEC de iniciar novas turmas por ter a maior quantidade de alunos por professor do país - faculdade pagou passou) me mandou colocar aquele colarinho de espuma e que eu estaria bom em 5 dias. Eu lhe disse ser portador de síndrome de Crown e que antiinflamatórios tinham efeito contrário: ao tomar antiinflamatório meu joelho piorava num acidente anterior.

Com a cabeça caída e não subindo ele disse que não era nada, que na radiografia não deu nada ( a Sta Casa de Santos tinha [e deve ter] aquela radiografia de borrão, não digital ). Se fosse nos EUA ou Portugal me pediriam para colocar gelo por 35 minutos 5 vezes ao dia, sendo o gelo um antiinflamatório vasoconstritor. Na SC de Santos me deram Diclofenaco, vasodilatador.

Não deu outra: em 7 dias meus ombros sumiram ( me olhava no espelho e via o ombro direito na metade da distância de onde deveria estar e o esquerdo sumiu - foi parar junto da coluna nas costas) pensei a sério em me matar devido a dor.

Uma psiquiatra evitou que eu me matasse de tanta dor me receitando o Dormonid.

Fui a muitos outros médicos (chorava para andar de carro) os exames revelaram que minha coluna cervical estava invertida e os ombros congelados de tanta contratura e inflamações causadas pelos antiinflamatórios e corticoides. Os médicos de Santos, todos os 8 pelos quais passei, apenas Dr. Antonio da Policlinica do José Menino já havia ouvido falar em "Síndrome de Crohn" e no manual de reumatologia da Dra. Emília Inoue Sato (maior autoridade brasileira em reumatologia professora da Unifesp). Passei por todos os médicos particulares mais famosos de Santos. Dra. Emília Inoue Sato Reumatologista.

O manual da Dra. Emília deixa claro que em 1 em cada 10 pessoas os antiinflamatórios e corticóides têm ação contrária: ao atacar o sistema gástrico, piora os males das articulações. "1 em cada 10" e em Santos isto é desconhecido.

No desespero da dor começei a tomar os remédios que sabia iriam me piorar, começou então uma queimação nas articulações. A 1ª cintilografia acusou inflamação nos ombros e coluna cervical (queimação).

Com uns 2 anos de acidente fui ao reumatologista mais famoso de Santos, DrAntonio Carlos Novaes, reumatologista, que nos anúncios se dizia ex-professor de medicina em Paris. Me receitou cortisona injetável e eu lhe disse que não podia tomar, que faria ação contrária. Então ele rebateu que "Emília Sato era apenas uma colega" (eu apenas citei Emília Sato como comprovação de algo que já sentia há muitos anos e foi diagnosticado por Dr. Arnaldo Marchesoni de Araraquara). Após a Cortisona injetável começou a me doer e estalar até o quadril, pés e tudo mais. Voltei a tomar 12 Dormonids por dia. A cintilografia acusou o corpo todo inflamado.

Lendo pesquisas médicas diversas, inclusive pesquisa da Dra. Emília Sato no site da UNIFESP, descobri que estas queimações são causadas por vascularização das articulações e tratadas com fator antitumoral e probióticos. Fator antitumoral cura câncer. Vascularização é câncer. A cada 21 dias tomar uma injeção que há 5 anos custava R$3.500,00...

Lendo descobri 2 outras razões para vascularização de articulações, uma delas é TUBERCULOSE, que em 10% dos casos não ataca os pulmões e sim grandes articulações. Meu 1º problema com antiinflamatórios e cortisona foi no joelho, isto 7 anos aproximados antes deste acidente...

Ao final da página cito vários pedidos médicos que tenho há anos para diagnosticar evidentes casos de câncer de mamilo e pele. Mais de 5 anos esperando para ser examinado.

Cada médico tinha uma opinião e cada fisioterapeuta (também de faculdades pagou passou) procedimentos diferentes.

3 anos se passaram...

Hoje estou melhor (momentos de muita dor) os ombros quase no lugar, mas com movimentos limitados. Estou por conta própria, com 6 anestésicos Dormonid tomados ao dia (comprados no mercado negro [camelôs]). Durante o acidente cheguei a tomar por meses 12 dormonids ao dia para não me matar.

Dr. Antonio me pediu exames de sangue onde tenho que jejuar por 12 horas, e que com umas 9 horas de jejum tenho diarréia violenta que me impedem de comparecer ao exame.

A cabeça ergue pouco, mas tenho ainda muita limitação para olhar de lado e a dor ou tem intensidade média e constante e ou tenho picos de muita dor e contraturas.

ATUALIZANDO 13/4/2013

Tenho apneia há muitos anos, mas dormindo na lateral (sobre os ombros) o queixo não obstruía, deitava com as costas sobre a ponta de um travesseiro de penas bem grosso que me impedia de virar de costas. Dormia bem e sem dores. Há 4 anos sofri um "efeito chicote" em São Vicente e percebi a gravidade, quis de imediato ir para um bom hospital em São Paulo, mas minha esposa não acreditou e me levou pro PS da Santa Casa de Santos. Disseram que não era nada, que em 5 dias estaria bem. Me receitaram Diclofenaco, que me faz ação contrária, me incha mais as juntas (assim como a Cortisona). Tive um acidente no Joelho há alguns anos e o médico descobriu que não posso tomar remédios, me mandou parar com os remédios, enfrentar a dor e andar. Com 15 dias meu ombro esquerdo e omoplata foram parar junto a coluna (me olhando de frente não via o ombro). O queixo foi parar no peito e não dava para usar colar cervical. Os médicos particulares me indicavam receitas para estimular as endorfinas, e relaxantes musculares para dorezinhas de atletas. Não tinham ideia da dor de tendões supra espinais se esgarçando. Me mandavam para Fisioterapeutas que me machucavam tanto que só conseguia voltar neles 30 dias depois (não dava para usar papel higiênico). Depois me mandaram fazer criogenia e por o ombro no lugar de uma só vez e esgarçou os ligamentos do ombro, omoplata (não posso encostar o omoplata em cadeira ou cama), e que liga o manguito na cervical. A Condroitina e Glucosamina me ajudam, mas causam um refluxo que me inflama a garganta, ouvidos e entope o nariz. Agora para dormir são 4 Dormonids e um aparelho parecido com o de Bruxismo com furo no meio para respirar. O refluxo já causa muitos estragos e dormir de boca aberta mais ainda. Acabou-se o dinheiro, raras horas de trabalho na semana. Ouço uns poucos médicos falarem que só o Hospital São Paulo pode resolver meu caso, mas que teria que arrumar um comprovante de endereço da região. A maioria só me encaminha para outro que encaminha para outro, SUS e AMES...

Veja meus diagnósticos e exames (estou morrendo pela dor, imobilidade e drogas para a dor) e há 8 anos alguns médicos dizem que não tenho nada e outros que só tenho chances no Hospital São Paulo : historico.html

Hoje quando movimento o pescoço, o ombro se movimenta.

Um médico particular, especialista em ombros, Dr. Mário Pierry disse que na minha idade o manguito não volta ao lugar sem cirurgia, que tenho que operar, mas já se haviam passado 3 anos de meu acidente, já havia vendido apartamento e carro. Ele com descontos, pediu R$30.000,00 pela sua parte na cirurgia, que outro médico seria necessário caso o tendão que liga o manguito à coluna cervical e que está quase arrebentado não se recuperasse. 

Na MESMA SEMANA o AMES de Carapicuíba disse que eu não tinha nada (não olhou os diagnósticos e exames - consulta de 3 minutos) e outro Médico (na mesma semana) do PS Municipal de Carapicuíba me encaminhou com URGÊNCIA para um NEURO CIRURGIÃO e para exames de câncer, um caroço no mamilo e verrugas que queimavam. As funcionárias do PS que receberam o pedido de URGÊNCIA alegaram que não podiam encaminhar o pedido, pois seriam despedidas e olharam para uma sala com a porta fechada ao lado. Uma foi bem clara: NÃO VAMOS ENCAMINHAR com urgência (hoje 18/12/2016 tem 49 meses e não fui chamado).

VÍDEO 1 DE 7 - APÓS 1 ANO DE CAMA
VÍDEO 2 DE 7
VÍDEO 3 DE 7
VÍDEO 4 DE 7 ( veja minha cara de dor... )
Agosto 2015 - VÍDEO 5 DE 7 ( Após 8 anos acidentado )
Outubro 2015 - VÍDEO 6 DE 7 ( Psoríase Queimando Muito ) Médico Psiquiatra de Carapicuíba que participou do Big Brother Brasil queria me colocar em uma cela por eu estar com esparadrapos cirúrgicos no rosto para esticar a pele próxima do nariz em direção a orelha (melhor que o dilatador nasal que o Neymar usava antes da cirúrgia). O "médico" gritou comigo e chamou a guarda municipal para me por na cela sem nem me ouvir ou conhecer o efeito Chicote. O efeito chicote provoca contraturas na boca que é difícil abrir e o nariz entope devido ao refluxo gastroesofágico causado pelos remédios para dor e a própria dor aumenta a acidêz estomacal (também a dor aumenta a pressão e dá arritmia). Dr. Marcelo de Oliveira Arantes fez a atendente anotar que não devo ser atendido e cada vez que volto a atendente fala com os psiquiatras (e clínicos gerais) o recado do Médico Big Brother e nem mesmo com um clínico geral me acompanhando (do mesmo PS) e insistindo no Dormonid os psiquiatras me atendiam...
Outubro 2015 - VÍDEO 7 DE 7 ( Para digitar uso elásticos de moto fixados no teto para segurar o peso dos braços ) e mesmo assim raramente posso digitar...

Bira Jardim Foto 1 - 26/04/2016 - Perdi 20KG em relação a Outubro de 2015

Bira Jardim Foto 1 - 26/04/2016 - Perdi 20KG em relação a Outubro de 2015
Bira Jardim Foto 2 - 26/04/2016 - Perdi 20KG em relação a Outubro de 2015
Bira Jardim Foto 2 - 26/04/2016 - Perdi 20KG em relação a Outubro de 2015
Parei de crescer aos 14 anos devido a Cortisona para tratar PSORÍASE que me derrubou a imunidade e hoje a maioria dos médicos insistem na Cortisona LEIA UMA SUCESSÃO ENORME DE ERROS MÉDICOS

AJUDA / INFORMAÇÕES - Quem trabalha na área de saúde pode me passar informações? Fiquei 1 ano na cama, uma psiquiatra evitou que eu me matasse de tanta dor me receitando o Dormonid.

O ombro esquerdo foi parar junto a coluna (lá atrás) e o queixo foi parar no peito. Após 1 ano de cama os ligamentos cruzados do pescoço se encurtaram, o pescoço se calcificou e o manguito que liga o ombro a coluna se encurtou.

Hoje quando movimento o pescoço, o ombro se movimenta.
Consigo atravessar o dia tomando 1 mg de Rohypnol para dormir e 0,5 mg de manhã + 0,5 mg a tarde.

Os médicos de SUS e AMES dizem que não tenho nada e que devo fazer natação ou fisioterapia, só que quando nado ou faço fisioterapia fico 6 meses sem poder usar papel higiênico e tenho que triplicar as doses de remédios.

Um médico particular, especialista em ombros, Dr. Mário Pierry disse que na minha idade o manguito não volta ao lugar sem cirurgia, que tenho que operar, mas já se haviam passado 3 anos de meu acidente, já havia vendido apartamento e carro. Ele com descontos, pediu R$30.000,00 por 1 das cirurgias necessárias. 

Minha psiquiatra (particular, única que dá receita azul os outros me receitam diclofenaco e acham que tira minha dor) diz que devo procurar a assistente social da Santa Casa de São Paulo, mas tenho um outro acidente antigo, onde operei o cocxi, desloquei a coluna lombar e me impossibilita de sentar por 24 horas (tempo que se fica na espera em hospitais públicos e tempo que a Psiquiatra diz que leva o atendimento na Sta Casa). Impossível manter a cabeça erguida por tanto tempo.

CÂNCER - Morei em Santos até 4 anos atrás e esperei por 1 ano e não fui atendido em algumas verrugas que queimam e ardem. Me mudei para a Cohab de Carapicuíba e acabei arrancando uma verruga que me impedia de sentar e deitar. Pedi ajuda para amarrar e dar nó em vários fios dentais, enrolei em um lápis e arranquei a verruga...

Esta verruga não me incomoda mais, mas surgiram centenas (provável metástase) de outras pequeninas e crescendo...Manchas vermelhas queimam nos braços e crescem, uma já está com 1 cm.

Um nódulo no mamilo cresce há 2 anos, está com uns 4 centímetros e nada de ser chamado para exames.

Um clínico geral vendo meus exames e diagnósticos me encaminhou com urgência para um neurocirurgião. As encarregadas do encaminhamento, aqui em Carapicuíba, alegaram que seriam despedidas se encaminhassem algo com urgência. Espero há 4 anos o Neuro...

Para digitar penduro os braços em elásticos de moto amarrados ao teto e mesmo assim doem muito...

Pode me dizer onde devo me dirigir?

Abraços, Bira Jardim Tel.: WhatsApp (11) 9.7451.4004 (Claro)

LEIA UMA SUCESSÃO ENORME DE ERROS MÉDICOS

Conhecer a história de um homem que teve a vida destruída por ex-mulher que implantou falsas memórias nos filhos.

comente: blog@artisnobilis.com