Nos Curta no Facebook
Fecha em 30 Segundos...!!!Fechar Agora X
Sites Realizados - Testimonial - Fotos

Número de DESEMPREGADOS em Salvador BA aumenta 55% em um ano

O IBGE GARANTE QUE É FATO ISOLADO, o restante do BRASIL há estabilidade no emprego. Como, ENTÃO, há um maior volume de SAQUES no SEGURO DESEMPREGO? Por que a Dilma está obrigando os desempregados a fazerem cursos antes do SAQUE?

O GOVERNO SEM DINHEIRO dificulta o SAQUE DO SEGURO DESEMPREGO - LEIA
PAGOU A VIDA TODA PARA RECEBER 20 SALÁRIOS DE APOSENTADORIA SE APOSENTOU COM 6 AGORA RECEBE 3 E SABE QUE CAIRÁ PARA 1 - GOVERNO FALIDO

Número de desempregados em Salvador (BA) aumenta 55% em um ano

Do UOL, em São Paulo

24/10/201314h24

O número de desempregados na região metropolitana de Salvador chegou a 189 mil em setembro deste ano, um crescimento de 54,7% em relação ao mesmo período do ano passado (122 mil).

Segundo pesquisa divulgada hoje (24) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), entre as seis regiões metropolitanas pesquisadas, apenas Salvador teve alta na taxa de desemprego na comparação de setembro deste ano com o mesmo período do ano passado, enquanto as demais mantiveram estabilidade.

A taxa na região metropolitana da capital baiana vem aumentando desde dezembro de 2012 e chegou a 9,3% em setembro deste ano (a maior do país). Em setembro de 2012, havia sido 6,2%.

"Entre setembro de 2012 e setembro de 2013, houve um aumento de mais de 50% no contingente de desocupados na região metropolitana de Salvador. É uma estatística que temos que continuar observando", disse Azeredo.

A pesquisa do IBGE mostra que a taxa de desemprego nas seis regiões metropolitanas brasileiras pesquisadas ficou em 5,4% em setembro. Na média dos nove primeiros meses do ano, a taxa de 5,6% é a menor da série histórica (iniciada em 2003). Em 2012, o índice havia sido 5,7%.

"Em termos de taxa de desocupação, 2013 se mostra muito similar ao ano de 2012", disse o coordenador da pesquisa, Cimar Azeredo.

Entre os grupamentos de atividades, os trabalhadores domésticos foram os únicos que tiveram queda na comparação de setembro deste ano com o mesmo período do ano anterior (10,6%). Segundo a PME, houve redução de 164 mil postos de trabalho no serviço doméstico no período.

Por outro lado, os empregos na educação, saúde e administração pública cresceram 3,8% entre setembro de 2012 e setembro deste ano, ou seja, 145 mil postos de trabalho a mais.

Todos os demais ramos de atividade mantiveram estabilidade no período. Na comparação de setembro com agosto deste ano, todas as atividades apresentaram número de postos de trabalho estável.

A pesquisa constatou ainda que o rendimento médio real habitual do trabalhador brasileiro aumentou 1% de agosto para setembro deste ano e chegou a R$ 1.908, o maior valor da série histórica.

(Com Agência Brasil)

 
LEIA SOBRE O LEILÃO DE 1 SÓ - A PETROBRAS PAGOU 40% DA COMPRA DO PRÉ-SAL DA PETROBRAS - JÁ HÁ 3 MESES O GOVERNO SABIA QUE NÃO HAVERIAM INTERESSADOS E ARMOU UM CIRCO ELEITORAL COM O EXÉRCITO E BLACK BLOCS.

LEIA UM POUCO SOBRE DESINFORMAÇÃO GRAMSCISTA E DEIXE DE SER MASSA DE MANOBRA !!!

Número de DESEMPREGADOS em Salvador BA aumenta 55% em um ano

Conhecer a história de um homem que teve a vida destruída por ex-mulher que implantou falsas memórias nos filhos.

comente: blog@artisnobilis.com