Nos Curta no Facebook

Fecha em 30 Segundos...!!!Fechar Agora X

Sites Realizados - Testimonial - Fotos

ANONYMOUS colocam POSTAGENS MALICIOSAS Desvirtuando Temas

Uma Postagem que lhe Chama a Atenção, Aparentemente Verdadeira e com Nexo, então Lê até o Final, onde há um Link para um BLOG com FERRENHO, TENDENCIOSO e MENTIROSO conteúdo ANTIAMERICANO...

Uma postagem interessante, e até algumas prováveis verdades, de um ANONYMOUS (item 1) e que tem um link que te leva ao ITEM 2, TOTALMENTE FALSO, TENDENCIOSO E ANTIAMERICANO.

Nos leva a acreditar que sofreremos ataque AMERICANO, ou por influência destes

Conhecendo um pouco a história e estratégia militar, se sabe que os AMERICANOS foram um desastre MILITAR ao entrarem na 1ª GUERRA. Na 2ª Churchill teve que segurar a onda até os americanos se prepararem. QUE IMPERIALISTAS SÃO ESTES?

SE FORMOS INVADIDOS POR AMERICANOS SERÁ PARA SE DEFENDEREM DA ATA DO FORO DE SÃO PAULO, QUE PRETENDE UNIR A AMÉRICA LATINA CONTRA OS AMERICANOS. A BORDER PATROL JÁ FOI SUBSTITUIDA NA FRONTERIA MEXICANA PELO EXÉRCITO. A GUERRILHA NARCOTRAFICANTE DOMINA O LADO MEXICANO E JÁ É PRESENTE DO LADO AMERICANO. ELES SE DEFENDERÃO DO FORO DE SÃO PAULO CERTAMENTE.
http://www.youtube.com/watch?v=HCIQ1NbVz38 AOS 37 minutos fica claro o PAGAMENTO por QUEBRADEIRAS NAS RUAS
 

1- Agnaldo Mattos [Postagem no Google Plus, o Facebook do Google]

11:45
:.Influências internacionais tentam promover conflitos no Brasil
como fazem e fizeram em outros países
.

Existem alguns tidos como anarquistas que estão estimulando e a praticando a violência no meio das manifestações desse ano, por simples princípios políticos e empresariais. São os que coincidentemente ganham os destaques de vários jornais tendencionais.

Cada um vê o anarquismo de uma forma, existem fatores que podem ser considerados positivos em algumas atitudes, no entanto, creio que tanto os policiais como as revoltas estão sendo aproveitadas e manipuladas. Todos estão nas mãos de leis internacionais, a história inteira nos conta isso, como a Guerra Fria, basta incomodar que vão até você, qualquer poder esperto, ainda que insano, vai meter a mão em momentos como esse e eles sabem exatamente como. Fazem isso onde desejam.

No entanto existem formas sutis de não se tornar vítima do abuso de poder, da coerção e da padronização de atitudes e pensamentos. A progressão que vem à mente, dessa situação, não é lá muito agradável, nós somos espelhos e vemos os reflexos espalhados pelo mundo, é preciso criar antítodos intelectuais imediatamente.

Sendo reto e torto, a tática de infiltrar emoções e torpes ações em ações adversárias já vem desde lá dos tempo da vó de Adão, então não tem o que pensar mais, eles vão fazer isso sempre, talvez, paralelo a essas ações, que serão sempre contaminadas por influências externas, seja bom seguir caminhos educativos que desprendam um pouco as pessoas das dependências do estado e dessas influências alienante e isso vai acontecer com as pessoas que tiverem reais interesses.

Existem formas de gritar sua independência, alguns vão quebrar, pra desobedecer e outros vão construir, educar, que também será uma desobediência, já que sabemos que os que se dizem pertencentes da"classe dominante" consideram que seus súditos devam ser ignorantes e cada vez mais dependentes, muitos são burocraticamente dependentes dos sistemas institucionais.

Quem é anti-institucionalista realmente deve aprender a viver melhor, observar os métodos que criam servos e libertar exemplos, aos poucos, quem sabe, daqui a mais uns 300 anos, as pessoas aprendam mais, mas hoje ainda não vai dar, pois não são tantas pessoas que vão se unir, como na Índia, conquistaram a independência e depois conflitos internos, estimulados justamente pelos britânicos, aqui também já discutem até por termos, por religião e por futebol. E isso já é sabido e estrategicamente estimulado.

Discordo totalmente de qualquer discordância. Apenas escrevo o que penso, aqui do lugar onde me vejo escutar coisas. (para não criar conflitos, rs)

Estados
desUnidos com os outros estados age incessantemente de forma direta com as “ditaduras funcionais” nos continentes patrocinados com dinheiro e poder bélico norte-americano, conforme apontam evidências nos documentos achados no Paraguai ao começo dos anos noventa do século XX: Operação Condor – e haja dor e com as novas denúncias do Wikileaks e de pessoas como Snowden.

Todo cuidado é pouco, para fugir destas influências, para que, com a ajuda dos jornais tendencionais, não sejamos vítimas de toda essa violência planejada.

Com uma nota só se pode fazer uma música, mas um ser só não pode o mundo mudar. Eles falam de paz e fabricam pás para cavar novos túmulos.

Anônimattos [assinatura]

2- Curiosidade Sobre Os Estados Unidos

Estados Unidos consiste na maior potência econômica mundial. Quando o país para de consumir em massa os produtos produzidos de forma global o mundo correr riscos de entrar em processos de crise, como aconteceram em momentos diferentes na história, desde o crack de 1929 até a bolha econômica que estou no ano de 2007.

No ano de 1776, poucos momentos antes de acontecer a Revolução Francesa que retirou do poder a fé religiosa que perdurava no mundo antes de acontecer colonização do continente americano. Conheça curiosidades dos EUA que não estão escritas nos livros tradicionais de história.

Independência EUA e Revolução Francesa

Há evidências significativas que demonstram o movimento da independência norte-americana como fator inspirador para acontecer a Revolução Francesa liderada por Napoleão Bonaparte que entre outros feitos expulsou a família real portuguesa da Lisboa em 1808.

Existem nomes de líderes norte-americanos que participaram de forma ativa nos primeiros confrontos na capital Paris. Em termos geopolíticos os Estados Unidos tinham acabado de nascer como nação e objetivou retirar o poder da imperial dos ingleses na Revolução Francesa.

Independência dos EUA Independência dos EUA

O mundo das potências mundiais compreendeu que outra nação estava presente para disputar a hegemonia da economia mundial. Napoleão não conseguiu prosseguir de forma principal por conta da ditadura que implantou, porém as ideias libertárias do líder que convinham aos Estados Unidos em desbancar reinados e igrejas se estabeleceram no continente. Ou seja, se por um lado às tropas napoleônicas perderam as guerras principais, a América estava contente por ter sido a verdadeira vencedora em termos de ideologia.

Formação dos Estados Unidos: Judeus e Maçons

Parte dos historiadores aponta que os Estados Unidos tem formação com base no ideal de judeus que em termos práticos participaram de forma ativa das principais obras do expansionismo norte-americano no aspecto da infraestrutura interna que floresceu de forma principal após a Guerra da Secessão.

Há suspeitas de que existem construções importantes na parte subterrânea dos principais aeroportos e da casa branca que se referem de forma principal à maçonaria. Também há boatos de que Kennedy e Luther King trataram dos Atos de Diretos Civis aos afrodescendentes em mesa maçônica antes do assassinato do presidente norte-americano por extremista contrário à liberdade geral para todas as etnias.

Guerra da Secessão: Motivos de Abraham Lincoln

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=s4NzxVNCtvQ [ VÍDEO TENDENCIOSO ]

Abraham Lincoln foi nome que registrado na história norte-americana não apenas por causa da vitória do Norte contra o Sul na Guerra da Secessão como também por ter sido o grande líder que apoiou de forma explícita à abolição dos escravos. Porém, os legítimos de Lincoln para fazer os dois grandes feitos em vida tinha uma terceira motivação com importância superior de acordo com o próprio líder: Apoiar a expansão do capitalismo no qual todos os trabalhadores são livres para escolher a quem trabalhar.

Abraham Lincoln Abraham Lincoln

Existem jornais impressos da época que possuem citações diretas de Abraham Lincoln comentando que nunca esteve a favor do fim dos escravos, mas em crescer no sistema. O líder apoiava na base capitalista para conquistar o apoio de sulistas que estavam indecisos sobre continuar ou não com a lei dos escravos.

O exército nortista além de ter vantagem no aspecto tecnológico-bélico também tinha maior número de soldados ao levar em conta que qualquer pessoa independente da raça poderia aderir à causa. Nesse sentido existe o erro histórico que aumenta o julgamento de valor ao nome de Lincoln por conta do motivo em abolir os escravos.

Capitalismo Norte-Americano: Domínio do Dólar

Depois das duas grandes guerras civis (Independência e Secessão) e da Revolução Francesa os Estados Unidos estavam com o cenário preparado no sentido de lutar contra os ingleses para dominar a economia mundial. Até a Primeira Grande Guerra Mundial o território estadunidense sofreu grandes mudanças no aspecto de infraestrutura.

Começaram a surgir os grandes impérios dos inventores e investidores na tecnologia. Caso interessante acontece na batalha por conta da energia entre Morgan e Thomas Edison, no qual o nome mais conhecido em termos populares usou inclusive a manipulação da imprensa de acordo com os próprios interesses para vencer a Guerra dos Concorrentes – estilo de batalha ideológica que depois de quase cem anos foi colocado em prática na Guerra Fria.

Primeira Guerra Mundial: Hegemonia Econômica dos Estados Unidos

Com o final da Primeira Guerra Mundial as principais potências da Europa se encontraram em baixas em níveis a se considerar de forma negativa sob a ótica de infraestrutura e economia. Os Estados Unidos aproveitou o cenário para crescer em níveis de importação e exportação e começou a sustentar de forma prática nos termos econômicos a parte ocidental do globo terrestre por dez anos.

Quando aconteceu o crack de 1929 o mundo que estava se recuperando dos golpes na I Guerra Mundial sofreu revés financeiro que congelou a produção em diversos setores. Há boatos de que os principais banqueiros dos Estados Unidos recolheram os investimentos para iniciar a crise e com os planos de recomeçou implantar plano ao alcançar e permanecer no poder.

Curiosidade dos Estados Unidos: Segunda Guerra Mundial

Estados Unidos entrou tarde na batalha, porém a entrada foi indispensável aos aliados conquistarem a vitória, de forma principal por conta da assistência que aconteceu no território asiático. Em termos de imagem o país representou o grande vencedor, embora o povo que tenham empregado maior número de soldados e missões foi à Rússia. De milhares de mortes que aconteceram à maioria tinha nacionalidade russa e não judia; alemã ou norte-americana.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=JRYlaxhPokM [ VÍDEO TENDENCIOSO ]

Curiosidades dos Estados Unidos: Guerra Fria

Como a União Soviética não investiu em tecnologia nos meios de produções da mesma forma que os Estados Unidos acabaram por perder a guerra por hegemonia do comando econômico e político do mundo. Coreia do Sul e Alemanha Ocidental (territórios americanizados depois da II Guerra Mundial) eram nações com maior poder econômico do que os vizinhos. Ambos os países foram divididos por causa dos sintomas da Guerra Fria, demonstrando que o evento teve batalhas e morte, não ficou apenas na batalha de propagandas e expansão ao universo.

Estados Unidos tinha medo da expansão socialista na América do Sul e apoiou de forma direta as “ditaduras funcionais” no continente patrocinadas por dinheiro e poder bélico norte-americano, conforme apontam evidências nos documentos achados no Paraguai ao começo dos anos noventa do século XX: Operação Condor – e haja dor!

Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

 

http://www.megaartigos.com.br/casamento/curiosidades-casamento/curiosidade-sobre-os-estados-unidos

3- ANTIAMERICANISMO COMPROVAÇÃO QUE ANTIAMERICANISMO É ALGO SEM NEXO
 

ANONYMOUS colocam POSTAGENS MALICIOSAS Desvirtuando Temas

ANONYMOUS colocam POSTAGENS MALICIOSAS Desvirtuando Temas 12

Conhecer a história de um homem que teve a vida destruída por ex-mulher que implantou falsas memórias nos filhos.

comente: blog@artisnobilis.com